Uma história em construção

Por Ana Lúcia Ruiz Goulart em 1 de abril de 2020

 
“CRIANÇAS SE JUNTAM PRA MUDAR O MUNDO, EM REDE (…)
E VOCÊ?
CADA PESSOA É UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO”[1]
 
Com esse trecho da música “Convida a Viver”, do Projeto Somos Som, baseada no Guia Participante da IV Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (CNIJMA) e Conto de Abertura de Karina Perpétuo, Neusa Helena Barbosa, Carolina Ramalhete e Naiara Campos, inicio esse pequeno relato da minha experiência transformadora pelo mundo da pesquisa.
 
A sua escolha se deve pela importância e magnitude dos processos de CNIJMA, mas também abrange uma série de outros significados não menos importantes. Representa a história de todas as pessoas que participaram da iniciativa e que tiveram suas vidas impactadas e transformadas em todos os níveis, o que podemos confirmar com os relatos dos sujeitos de pesquisa que foram retratados nas páginas da minha dissertação. 
 
Para além de descrever a temática, esse trecho adquiriu importância significativa para mim, revelando a dimensão do meu próprio exercício de pesquisa, das escolhas que fui fazendo ao longo do caminho, dessa história que vai sendo idealizada e construída e que se entrelaça com o tempo e com a própria história da minha vida: uma história em construção.
 
Do ingresso no PPGEA/FURG até a defesa do mestrado, foram mais de dois anos de total envolvimento e não tem como não pensar em todas as escolhas e renúncias que fiz ao longo do caminho e em todas as trajetórias percorridas. E nesse processo, percebo e sinto claramente que não sou mais a mesma pessoa que iniciou a caminhada.
 
O quanto esse processo me encantou e me transformou, talvez as minhas palavras não consigam descrever. Espero que todos aqueles que participaram das Conferências, se sintam representados por ter essa história de participação reconstruída, uma história que há mais de dez anos se dedica ao empoderamento e à autonomia de crianças e adolescentes; representados por cada depoimento e memória que foi compartilhada. E para aqueles que não vivenciaram os processos, assim como eu, meu desejo é que sejam inspirados pelos princípios e fundamentos defendidos nessa política, que são pura Educação Ambiental.
 
 A CNIJMA não se destaca apenas como estratégia do Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental OG/PNEA ou em razão da sua importância no campo das políticas públicas. Sua relevância se justifica por ser uma iniciativa transformadora na vida de todos aqueles que foram envolvidos em alguma etapa dos processos, ao longo de suas edições. Mudanças de vidas em todos os sentidos, aquisição de novos conhecimentos e atitudes, uma nova relação consigo, com os outros, com o mundo, um verdadeiro processo de inclusão social, tudo isso representa a CNIJMA.
 
Posso afirmar ainda que a participação é efetivada e comprovada nos processos de CNIJMA, propiciando o fortalecimento da EA e as mudanças necessárias para o envolvimento nas questões socioambientais do público infantojuvenil, garantindo a cidadania e proporcionando vivências significativas e transformadoras e o desenvolvimento de valores, sentimentos e sonhos.
 
Uma história em construção que fala de esperança, vontade de fazer diferente, mudança de vida e de valores, participação. Uma nova ética social. Um processo de mobilização de crianças e jovens a se educarem mutuamente, em um intercâmbio com outras gerações, fortalecendo redes, coletivos e organizações, fortalecendo gentes.
 
Um novo mundo é possível? Talvez. Não podemos deixar que os sonhos adormeçam na alma da gente. É sempre tempo para quem acredita e trabalha por um mundo melhor. 
[1] A pesquisa intitulada “CADA PESSOA É UMA HISTÓRIA EM CONSTRUÇÃO”: A Participação Social no Contexto da Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente – Uma Estratégia de Política Pública de Educação Ambiental” foi realizada entre os anos de 2016 a 2018, no Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental (PPGEA-FURG), na Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e buscava compreender a participação social é concretizada e materializada nos processos de Conferência.

Escrito por: Ana Lúcia Ruiz Goulart

Professora. Bacharel em Direito (FURG). Mestra e Doutoranda em Educação Ambiental (PPGEA/FURG). Tema de Pesquisa: Participação Social; Políticas Públicas e Fundamentos da Educação Ambiental.

Redes sociais


Textos de Apoio


O Ribombo organiza encontros quinzenais para discutir seus temas de pesquisa e elaborar novos projetos no campo da EA. Clique no botão para ir à página dos textos de apoio de cada reunião

Parceiros


logo furg
logo ppgea

Colunistas